fbpx
Cristo

Cristo

“isto é, de fazer convergir em Cristo todas as coisas, celestiais ou terrenas, na dispensação da plenitude dos tempos.” (Efésios 1:10)

Ah se nos voltássemos para Ele e pudéssemos ver apenas poucos relances da Glória de Deus através dEle! Como tudo seria diferente! Certamente não teríamos um país tornando-se cada vez mais “evangélico” ao passo que também distancia-se cada vez mais do Evangelho Verdadeiro!

Que Ele conduza os que se chamam “igreja”, mas não são, novamente às verdades elementares do Evangelho, a saber, à espada da Lei sobre o pecador, à destinação para a Ira, a revelação da Graça na Cruz de Jesus, o dom do arrependimento e da regeneração, enfim, à Salvação pela fé, que não vem de homens e suas obras ou méritos, mas é dom de Deus!

Tudo converge para Ele, coisas terrenas e celestiais, tudo é por Ele, para Ele e dEle. O Messias, o Ungido. Ele é o Eterno Cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo para que os seus amados sejam transportados pelo Pai do império das trevas para o seu Reino. Ele é a única esperança, para Ele devemos olhar e a Ele devemos adorar. Ah, mas quão distantes estamos disso, como estamos apegados a doutrinas de homens, a coisa carnais, a situações temporárias, coisas que podem ser vistas, que vão passar. Tudo isso nos faz ficar tão distantes dEle, Aquele que pode fazer-nos fitar as coisas que não podem ser vistas com olhos naturais, coisas eternas, que nunca passarão!

Voltemo-nos à Ele! Olhemos para Ele! Aprendamos com Ele pelo seu Espírito. O ser humano não é o protagonista, somos apenas pecadores, todos na face da terra, e mesmo os que são verdadeiros cristãos são apenas pecadores perdoados e salvos pela Graça do Eterno Deus, favor imerecido que nos foi dado quando ainda éramos pecadores, sem nenhum merecimento por obras, favor imerecido totalmente vindo de um Deus misericordioso que deu vida aos que só mereciam Ira e morte. Toda a revelação do Deus invisível vem a nós mediante Jesus, seu Filho, olhemos para Ele para conhecer e prosseguir em conhecer a Deus.

No demais, creio que olhando para Jesus e, através do Espírito Santo, tendo nossas vidas convergindo para Ele, encontraremos tesouros incomparáveis com qualquer coisa, por mais valiosa que seja nesse mundo. Precisamos de Cristo!

Cristo, não mais religiosidade; não mais heresias e ventos de doutrina; não mais modismos, meninices e chocarrices; Cristo, não mais homens intermediadores; Cristo, não mais egocentrismo; Cristo, não mais antropocentrismo; não mais filosofia vã; não mais Teologia vazia de fogo no coração; Cristo, não mais entretenimento “gospel”; Cristo, não mais evangelho da prosperidade; não mais evangelho de facilidades e conveniências; Cristo, não mais concessões ao mundo, para que o mesmo entre na igreja; Cristo, não mais relativizações intermináveis que não levam a nada; Cristo, não mais sabedoria humana; Cristo, não mais animadores de auditório em pele de pregadores do Evangelho; Cristo, não mais “campanhas poderosas”; Cristo, não mais falsos profetas, a saber, lobos em pele de cordeiro; Cristo, não mais apostasia; Cristo, não mais meios carnais para atrair pessoas carnais à “igreja”; Cristo, não mais pecados secretos de estimação; Cristo, não mais escândalos advindos de pecado; Cristo, não mais simpatia com o mundo; Cristo, não mais “cristãos” vivendo para si e por si mesmos; Cristo, não mais nossa vontade sendo feita; Cristo, não mais lama do pecado; Cristo, não mais circos travestidos de “igrejas”; Cristo, não mais comércio da fé; Cristo, não mais idolatria a homens e objetos “consagrados”; Cristo, não mais estratégias de marketing; Cristo, não mais a certeza de Pedro de que não pescaria nada porque tinha trabalhado a noite toda; Cristo, não mais a dúvida de Tomé por não ver; Cristo, não mais incredulidade e falta de temor a Deus; Cristo, não mais obra do Senhor sendo feita relaxadamente; Cristo, não mais conformidade com esse mundo, inclusive o mundo que está dentro da “igreja”; Cristo, não mais necessidade de artigos como este porque o povo de Deus está pronto a acordar e voltar ao Evangelho; Cristo, não mais palavras minhas aqui, somente Cristo!

Que tenhamos cada vez mais dele e cada vez menos de qualquer outra coisa, ainda que as mesmas sejam indiscutivelmente “santas” e historicamente religiosas.

E a Ele, só a Ele, seja toda a Glória, por toda a terra, para todo o Sempre, Amém!

“Pois dele, por ele e para ele são todas as coisas. A ele seja a glória para sempre! Amém.” (Romanos 11:36)

Com amor, nele, que é a perfeita imagem do Deus invisível, nosso Senhor e Salvador, a Luz do Evangelho para todos os homens,

Raphael Melo

(Visited 347 times, 1 visits today)

Comentários do Facebook

Post anterior
Sobre Formigas e Crentes
Próximo post
Máscaras na Igreja

Posts Relacionados

7 Comentários. Deixe novo

  • Realmente é isso mesmo que está acontecendo. Por essa razão estou sem frequentar nenhuma igreja. Estou me alimentando em casa espiritualmente, mas confesso que tenho a necessidade de me “juntar”, como diz a palavra, mas não sei onde vou pois estou decepcionada com as igrejas. Infelizmente as vejo sem o FOCO principal que é Jesus, sua palavra e a evangelização que Jesus ordenou que se fizesse. Perderam a direção e o sentido. Virou um verdadeiro comércio centralizado no próprio ego de cada um. Tristemente vejo isso. Não sei se estou certa, mas peço a Deus todos os dias em minhas orações que direcione, pois fazer a vontade Dele é o que realmente me interessa é pra isso que existo e sem isso minha vida não tem sentido…

    Responder
    • Bom dia Rosangela, a paz. Vou resumir o que aconteceu comigo. Frequento igreja evangélica desde os 7 anos, entreguei minha vida a Cristo aos 13 anos e nesses 21 anos tive muitas alegrias, mas nos últimos anos me decepcionei de uma tal maneira, que me afastei do templo, comecei a me alimentar em casa. Mas e a Santa Ceia? Não tem como ser em casa… Eu frequentava um templo que tem muitos membros e lá, me entristeci, porque era uma soberba, as pessoas não me olhavam, eu me sentia rejeitada, invisível. Passei por um grande problema ano passado e ninguém veio me dar apoio. Quem me deu apoio foi um pastor simples, de oração e que se aproxima da palavra de Deus. O templo dele, tem poucos membros e simples. Lá as pessoas se olham, se preocupam, são todos juntos. Claro, lá não é perfeito, mas buscamos o Perfeito que é Jesus. Não precisa você frequentar templo próximo de sua casa, mas frequente templo que se aproxime da palavra de Deus. Espero ter ajudado. A paz!!!

      Responder
  • Por isso que temos que olhar só para Jesus, o autor e consumador da nossa fé. Vamos fazer a coisa certa mesmo que muitos estejam fazendo errado.

    Responder
  • Graças a Deus consegui enxergar isso a tempo. Quase morri, mas consegui ver que Cristo e o consumador da minha fé. Por ver e ouvir muita coisa que não edificam dentro das igreja, mas um dia eles prestarão conta ao Senhor. Espero que se consertem logo, pois as ovelhas são dele…

    Responder
  • José Orlando Costa
    15 de agosto de 2015 17:09

    Muito bom essa mensagem. Deus continue dando unção e visão espiritual para continuar instruído o povo a ter Cristo como suficiente.

    Responder
  • Janaina Ferreira
    18 de agosto de 2015 09:54

    Aleluia! Menos de mim e mais de Cristo em mim! Glória à Deus pois sua verdadeira palavra alimenta e traz paz…

    Responder
  • Muito Abençoado, Amém

    Responder

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.