fbpx

A Lascívia e o Pecado Sexual

Artigos
1 Comentário

Vou escrever aqui para homens e mulheres, pois o pecado sexual tem sido um problema para ambos. Se você é homem, é óbvia esta necessidade nos tempos de hoje. A necessidade de lutar contra o bombardeamento de tentações visuais para nos fixarmos em imagens sexuais é urgente. Para as mulheres, isto é menos óbvio, mas não menos importante, muitas também estão presas por este ardiloso mal degradante.

Quando uso a palavra “lascívia”, estou me referindo principalmente à pensamentos, imaginações e desejos que visualizam as coisas proibidas por Deus e freqüentemente nos levam ao pecado sexual. Em quase 100% dos casos de pecado sexual, a porta foi aberta pela lascívia em pensamentos que não deveriam ter permanecido na mente de alguém nascido de novo, é como permitirmos um porco cheio de lama dormindo no em cima da nossa cama arrumada e com lençóis limpos. Essa comparação mostra o absurdo que é para Deus ver um filho seu dando lugar a pensamentos de lascívia e, consequentemente, ao pecado sexual.

Obviamente não estou falando que o sexo é mau (sexo e pecado sexual são duas coisas diferentes). Deus o criou e o abençoou. Deus tornou o sexo agradável e definiu um lugar para ele, a fim de proteger sua beleza e poder — ou seja, o casamento entre um homem e uma mulher. Mas o sexo tornou-se corrompido pela queda do homem no pecado. Portanto, temos de exercer restrição e fazer guerra contra aquilo que pode nos destruir. Posso te dar algumas formas bíblicas de resistir aos pensamentos que podem te levar ao degradante pecado sexual, sem que você possa perceber:

Deus deseja que você Evite — evite, com todas as suas forças e tanto quanto possível e sensato, imagens e situações que despertam desejos impróprios. Eu disse “tanto quanto possível e sensato”, porque às vezes a exposição à tentação é inevitável. E usei os termos “desejos impróprios” porque nem todos os desejos por sexo são maus, porém se você não é casado(a) ou não é seu conjugue que está nos seus pensamentos isso é abominável ao Senhor. Conhecemos nossas fraquezas e o que provoca tais desejos. Evitar é uma estratégia bíblica. “Foge, outrossim, das paixões da mocidade. Segue a justiça” ( 2 Tm 2.22).“Nada disponhais para a carne no tocante às suas concupiscências” (Rm 13.14).

Deus deseja que você diga: Não — diga “não” a todo pensamento lascivo, eu disse todo! Mesmo que para isso você precise analisar seus pensamentos de 5 em 5 segundos. Diga que não é filho(a) das trevas, diga que você não é escravo(a) do pecado, resista a estes pensamentos e diga-o com a autoridade de Jesus Cristo. “Em nome de Jesus: Não!” Você não tem mais do que cinco segundos. Se passar mais do que esse tempo sem opor-se a tal pensamento, ele se alojará em sua mente com tanta força, a ponto de se tornar quase irremovível, então o pecado sexual estará diante de você. Se tiver coragem, diga-o em voz alta. Vergonha não é ser tentado e todos saberem que você faz de tudo para resistir, vergonha é cair em pecado secretamente quando todos acham que você é extremante santificado(a). Como disse John Owen: “Mate o pecado, se não ele matará você”. Ataque-o imediatamente, com severidade. “Resisti ao diabo, e ele fugirá de vós” (Tg 4.7).

Deus deseja que você Volte — volte seus pensamentos à força para Cristo, como uma satisfação muito superior ao pecado sexual e a qualquer outra coisa. Dizer “não” será insuficiente. Você tem de mover-se da defesa para o ataque. Combata o fogo com fogo. Ataque as promessas do pecado com as promessas de Cristo. A Bíblia chama a lascívia de“concupiscências do engano” (Ef 4.22). Tais concupiscências mentem. Prometem mais do que podem oferecer. Se você já caiu por causa delas sabe disso, a satisfação prometida nunca foi encontrada por você, somente o desejo de ir a um abismo pior para ver se conseguia receber a satisfação desejada pela sua carne. A Bíblia as chama de “paixões que tínheis anteriormente na vossa ignorância” (1 Pe 1.14). Somente os tolos cedem a elas. “Num instante a segue, como o boi que vai ao matadouro” (Pv 7.22). O engano é vencido pela verdade. A ignorância é derrotada pelo conhecimento. E tem de ser uma verdade gloriosa e um conhecimento formoso. Preciso de breves retratos de Cristo para me manter despertado, espiritualmente, para a sublime grandeza do Senhor Jesus. Temos de encher nossa mente com as promessas e os deleites de Jesus. E volvermo-nos imediatamente para tais promessas e deleites, depois de havermos dito “não” aos pensamentos de lascívia e, consequentemente, ao pecado sexual.

Deus deseja que você Mantenha — mantenha, com firmeza, a promessa e o deleite de Cristo em sua mente, até que expulsem a outra imagem. “Olhando firmemente para… Jesus” (Hb 12.2). Muitos fracassam neste ponto. Eles desistem logo. Dizem: “Tentei expulsar a fantasia, mas não deu certo”. Eu pergunto: “Por quanto tempo fizeram isso?” Quanta rigidez exerceram em sua mente? Lembre: a mente é um músculo. Você pode flexioná-la com violência. Tome o reino de Deus por esforço (Mt 11.12). Seja brutal. Mantenha diante de seus olhos a promessa de Cristo. Agarre-a. Agarre-a! Não a deixe ir embora. Continue segurando-a. Por quanto tempo? Quanto for necessário para que o desejo pelo pecado sexual não te domine. Lute! Por amor a Cristo, lute até vencer! Se uma porta automática estivesse para esmagar seu filho, você a seguraria com toda a sua força e gritaria por ajuda. E seguraria aquela porta… seguraria… seguraria… Jesus disse que muito mais está em jogo no hábito da lascívia (Mt 5.29).

Deus quer te ver Apreciar — aprecie uma satisfação superior. Cultive as capacidades de obter prazer em Cristo. Uma das razões porque a lascívia reina em tantas pessoas é porque Cristo não lhes é muito cativante, não é empolgante seguir e olhar para Cristo. O pecado sexual envolve deleite. Portanto, falhamos e somos enganados porque temos pouco deleite em Cristo. Não diga: “Esta conversa espiritual não é para mim”. Que passos você tem dado para despertar sua afeição por Cristo. Você tem lutado por encontrar gozo? Não seja fatalista. Você foi criado para valorizar a Cristo — de todo o coração — mais do que valoriza o sexo, o chocolate ou o açúcar. Se você tem pouco desejo por Cristo, os prazeres rivais triunfarão. Peça a Deus que lhe dê a satisfação que você não tem. “Sacia-nos de manhã com a tua benignidade, para que cantemos de júbilo e nos alegremos todos os nossos dias” (Sl 90.14). E olhe… olhe… e continue olhando para Aquele que é a pessoa mais magnificente do universo, até que você o veja da maneira como Ele realmente é, ao apreciá-lo tudo o que causa nojo nele, como a lascívia, causará também em você.

Deus quer que você Mova – mova-se da ociosidade e de outros comportamentos vulneráveis para uma atividade útil. A lascívia cresce rapidamente no jardim da ociosidade. O pecado sexual mora, na maioria das vezes, em casas vazias. Encontre algo útil para realizar, com todas as suas forças. “No zelo, não sejais remissos; sede fervorosos de espírito, servindo ao Senhor” (Rm 12.11)“Sede firmes, inabaláveis e sempre abundantes na obra do Senhor, sabendo que, no Senhor, o vosso trabalho não é vão” (1 Co 15.58). Seja abundante em atividades. Faça alguma coisa: limpe um quarto, pregue uma tábua, escreva uma carta, conserte uma torneira, estude, trabalhe, ame as pessoas, converse, pregue o evangelho, leia a bíblia, cante louvores, etc. E faça tudo por amor a Jesus. Você foi criado para administrar e trabalhar. Cristo morreu para nos tornar zelosos “de boas obras” (Tt 2.14). Substitua as concupiscências e paixões enganosas por boas obras.

Deus não só odeia o pecado, na maioria dos versos bíblicos onde Ele manifesta seu ódio, este ódio é também contra os pecadores. Deus é capaz de te amar e te odiar. Não se ponha contra o Deus do Universo por tão pequena promessa de satisfação momentânea, Lute com todas as suas forças contra o pecado sexual, e nos pensamentos de lascívias e em todas as coisas você é mais do que vencedor por Aquele que te amou: Jesus Cristo.

O pecado sexual não pode dar nem o começo do prazer que Jesus pode dar.

Deus abençoe, com Amor,

Pr. Raphael Pereira de Melo
Com citações de John Piper (Penetrados pela Palavra)

Comentários do Facebook

Post anterior
Seja um Onesíforo
Próximo post
Perdão

Posts Relacionados

1 Comentário. Deixe novo

  • Juvenal Vieira de Carvalho
    23 de junho de 2018 08:33

    Achei maravilhoso esta publicação.
    Sou salvo por Jesus Cristo desde 1.977, portanto há 41 anos.
    Sou um evangelista.
    Evangelizo os q posso por onde passo.
    Me entristeço muito vendo a negligência dos crentes na evangelização.
    É já conclui quando não evangelizamos é porque estamos desenvolvendo pecados.
    O maior êxito de satanás e ver os crentes vencidos na área sexual.
    Infelizmente a derrota é muito grande!
    A igreja de Jesus precisa vencer o sexo pecaminoso

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Menu