fbpx

Como Deixar o Pecado Sexual

Artigos
Nenhum comentário

Quero começar usando como base um texto do livro Sexualidade e Reformissão escrito pelo pastor Mark Driscoll. A luta contra o pecado sexual é muito bem abordada. Vou citar seu texto, substituindo alguns pontos e acrescentando outros:

Deus declara que o seu povo tem a tendência de satisfazer a sede, não com a água de seus rios de águas vivas, mas tomando água contaminada das latrinas feitas pelo homem (Jr 2:13). Homens enriquecem vendendo copos d’água de privada pelo mundo afora para pessoas sedentas, dentre as quais muitas que se declaram filhas e filhos de Deus.

Enquanto isso, a igreja, única com acesso à água viva da perfeita palavra de Deus, tem fracassado totalmente quando ao ensino sobre a masculinidade em todas as áreas da vida do homem, especialmente no que diz respeito a sua sexualidade e de forma semelhante sobre a feminilidade em todas as áreas da vida da mulher, especialmente a respeito da sua sexualidade. Temos aqui um exemplo perfeito, água da privada, será que você já se imaginou bebendo esse tipo de água e ainda tendo prazer nisso? É esta comparação que você deve ter em mente quando pensa em cristãos presos no pecado sexual.

Vamos tratar aqui de um ponto principal, muitas vezes ignorado pelos que tentam libertar-se do pecado sexual, seja ele relativo à masturbação e cobiça ou à prostituição e adultério. Tentaremos chegar ao centro da questão debatendo a alegria da salvação citada por Davi no Salmo 51, conforme pregação do Pr. John Piper.

O centro da questão é que o pecado sexual em si, ou seja, o beber água da privada em si não é o problema principal, o problema principal está em perder a consciência do valor devido da água limpa e pura que é a Palavra de Deus. Afinal, quem em sã consciência, pegaria um copo e deliciar-se-ia com água da privada tendo água cristalina e filtrada na cozinha? Conseguiu me entender, querido(a) leitor ou leitora?

A primeira coisa que desejo ensinar-lhe é que não adianta lutar contra o pecado sexual atacando apenas suas tentações e situações diretamente ligadas a eles, ao contrário, é necessário que haja um compromisso bem mais profundo em sua alma para que vença essa água podre. Não estou minimizando a ordenança bíblica de que devemos fugir da aparência do mal, creio tanto nela que escrevi um artigo neste mesmo site falando de como fugir da lascívia e do pecado sexual. O que quero dizer é que só isso não basta, é preciso ir mais fundo, não basta dizer a alguém que gosta de beber água da privada que fique longe do banheiro, é preciso ir mais fundo e mostrar a pessoa o mal que isso é sob o foco da água limpa disponível na cozinha.

É claro que o sexo é criado por Deus e é uma benção quando praticado dentro do casamento, conforme a vontade de Deus expressada em sua Palavra, porém, estamos falando aqui de qualquer tipo de pecado sexual, que fuja a este padrão santo e bíblico.

Quando Davi caiu terrivelmente no pecado sexual, cometendo adultério, engravidando a esposa de um de seus oficiais, foi confrontado por Deus através do profeta Natã por sua maldade e, arrependendo-se, fez a oração que encontramos hoje no Salmo de número 51. Em certa altura dessa oração, Davi nos dá um sinal claro de onde é esse ponto mais profundo em que é preciso chegar: “Devolve-me a alegria da tua salvação e sustenta-me com um espírito pronto a obedecer.” Salmos 51:12.

Como vimos acima, quando conhecemos e sabemos o valor da água limpa e cristalina, jamais desceremos até um vaso sanitário a fim de beber da água que ele oferece, mesmo que todos façam isso e que isso gere um prazer momentâneo intenso e impressionante. Ter a alegria da salvação é lembrar todos os dias com a mente e com o coração, discernindo espiritualmente, o quão maus nós éramos e como merecíamos a condenação como inimigos de Deus e mesmo assim, Ele nos amou primeiro, nos chamou e escolheu para chamar de filhos, nos deu sua Palavra, que é água limpa e verdadeira que nos sacia apontando sempre para que vejamos mais e mais da Glória de Deus em Cristo.

No entanto, quando a religiosidade nos alcança, a monotonia espiritual nos toca, a mornidão nos paralisa espiritualmente, perdemos a alegria na salvação do Senhor, perdemos o prazer na sua Palavra e em agradá-lo, enfim, perdemos a plenitude de alegria que só podemos ter nEle. Com isso, ficamos sujeitos como presas assustadoramente frágeis às tentações, que num mundo de idolatria do sexo e da pornografia, quase sempre vem fortemente nessa área! Outro ponto importantíssimo é o fato de que é Deus quem nos sustenta com um espírito inclinado a obedecer, não é por nossa força, essa sustentação realizada por Ele já é um resultado da alegria da salvação em nossa vida.

Voltando ao ponto do início do artigo, vemos que as atitudes diretamente ligadas ao fugir da aparência do mal e resistir à tentação, só podem ser bem sucedidas se precedidas dessa profunda reflexão e por um trabalho do Espírito Santo em nosso coração, tornando a dar-nos a alegria do Senhor e a alegria na sua Salvação, o que nos levará a ter um espírito inclinado a obedecer a Palavra, sustentado pelo próprio Deus! É algo espiritual que precisa ser gerado em tempo gasto com leitura e meditação na Bíblia, oração e jejum, não há outro caminho, nada que não seja isso vai funcionar, simplesmente porque nós não temos capacidade para transformarmo-nos a nós mesmos por nossa força de vontade, precisamos que Ele opere em nós e nos transforme. Com isso, nem o pecado sexual, nem nenhum tipo de pecado poderá nos aprisionar.

Como deixar o pecado sexual? Não existe um manual prático, você precisa buscar em primeiro lugar apaixonar-se com todas as suas forças por Deus e por sua Glória, confiando em Cristo para salvação e orando em todo o tempo. Essa atitude vai te levar naturalmente à observação das escrituras no sentido de resistir às tentações e fugir da aparência do mal, mas tudo, sempre, é para a Glória dEle e por Ele, nunca por nós mesmos! Faça como Davi, peça ao Senhor para acender novamente a chama e dar-te novamente a alegria na sua salvação e sustentar em você um espírito inclinado a obedecer a Ele conforme as escrituras.

Deus abençoe, com Amor,

Raphael Pereira de Melo

Comentários do Facebook

Post anterior
Como Ler a Bíblia
Próximo post
Evangelismo Carnal

Posts Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Menu