fbpx
Relativização

Relativização

“mas Deus disse: ‘Não comam do fruto da árvore que está no meio do jardim, nem toquem nele; do contrário vocês morrerão’”. Disse a serpente à mulher: “Certamente não morrerão!” Gênesis 3:3,4

Satanás é o rei da relativização. Não existe nada que ele faça tão bem para enganar as pessoas do que relativizar a forma como Deus conduz sua obra e seu povo.

Lembra da serpente no jardim do Éden?

Deus falou sobre a morte eterna, fruto do pecado que é a desobediência a Deus. Contudo o diabo, relativizou falando da morte física. De fato, quando Eva comeu do fruto, não morreu (fisicamente). Dessa forma, relativizando, o diabo faz Deus parecer mentiroso para ela. Entrando a dúvida no coração, seguiu-se o pecado.

Cuidado! Tem muita gente caindo nessas ciladas, não seja mais um.

O reinado de satanás nas igrejas

Não é de hoje que o povo de Deus prostitui-se abandonando os caminhos da santidade e da graça. E não há outro por trás disso, senão o diabo.

Ele é muito persuasivo e espera o momento certo para oferece ao crente o mesmo que ofereceu a Cristo: “Tudo isto lhe darei, se você se prostrar e me adorar. (Mateus 4:9)”.

O objetivo do diabo não é mais confrontar a igreja porque ele sabe que a perseguição santifica a igreja, basta ver isso nos primeiros séculos. O que ele quer, na verdade, é fazer o crente pensar que está tudo bem, que Deus o aceita como ele está e que pode focar na sua própria vida deixando as coisas do reino de Deus em segundo plano. Afinal, você precisa pagar suas contas e criar seus filhos não é verdade?

Dessa forma o crente mergulha em seu egoísmo e busca seus interesses em primeiro lugar e estes são diversos: casa, carro, emprego, namorada, casamento… Tudo que tenha foco na vida mundana e tira do reino de Deus.

E quanto a liderança? Basta ter um pouco de discernimento espiritual para perceber, com facilidade, que muitos altares estão dominados e dirigidos por demônios que influenciam lideranças a serem egocêntricas, gananciosas, desonestas e impuras.

O resultado são as mais diversas e elaboradas invenções criadas por pastores em busca de ganhar mais e mais dinheiro explorando a fé das pessoas. (Saiba mais…)

O cenário é triste! Como diz o ditado: “junta a fome com a vontade de comer”. Pastores vendendo bençãos e crentes comprando elas com seus dízimos e ofertas.

É o triste teatro dos lobos (Veja aqui o artigo do pastor Raphael Melo)

Paz!

Pr. Luciano Thomé

P.S.: Por favor, se você gostou desse artigo, comente abaixo e compartilhe-o agora mesmo no Facebook, e seja instrumento de Deus para que mais pessoas sejam tocadas por essa mensagem. Muito obrigado! 🙂

(Visited 685 times, 1 visits today)

Comentários do Facebook

Post anterior
Sepulcros Caiados
Próximo post
Mais que Vencedor

Posts Relacionados

Nenhum resultado encontrado.

4 Comentários. Deixe novo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.