fbpx
Parasitas Existenciais

Parasitas Existenciais

Há seres que dependem exclusivamente de se alimentar do corpo de outros seres, para sobreviverem. A medicina os chama de parasitas. São responsáveis pelas doenças parasitárias, em que um hospedeiro serve de abrigo e alimento para o parasita. Tanto animais quanto humanos são vítimas desses, muitas vezes, silenciosos predadores, que podem viver por anos dentro de corpos, até mesmo levando-os a morte, em alguns casos.

Fazendo uma correlação com esses organismos parasitários, neste artigo, quero lhe apresentar uma breve reflexão sobre o que chamarei de parasitas existenciais. No lugar de seres físicos, temos seres espirituais, conhecidos como demônios, espíritos malignos ou espíritos imundos. E no lugar de corpos, temos almas humanas.

Antes de falar mais especificamente da dinâmica de interação entre as duas partes, preciso deixar claro que o ser humano é mau por natureza, assim como aprendemos nas Escrituras. Carregamos a herança de morte e pecado de Adão, e isso só pode ser mudado se houver a operação soberana de regeneração de Deus em nossa vida, por meio de Cristo Jesus. De modo que nós, humanos, não precisamos que demônios nos tornem maus, pois já o somos. No entanto, tais seres espirituais da maldade costumam participar ativamente de toda a vida de alguém que anda nas trevas, e até mesmo, em alguns casos, de partes da vida dos que foram tocados pela Graça de Deus.

Os parasitas existenciais do mal se fortalecem ao se alimentarem da escuridão que há em almas humanas, que atoladas em pecados, vão cada vez mais fundo, de um abismo para o outro, pecando e com isso estando em trevas cada vez mais densas, o que, por sua vez, alimenta ainda mais os espíritos malignos. Isso é um ciclo terrível e que só pode ser interrompido quando a luz de Jesus dissipa as trevas do pecado. Pois pecados levam a mais pecados, que vão alimentando os demônios, que por sua vez, incentivam seus hospedeiros a pecar ainda mais, produzindo-lhes mais alimento.

Jesus disse que se nosso olhar for bom, todo nosso corpo será luz. Porém, do contrário, se nosso olhar for mau, a luz que há em nós será uma terrível e densa escuridão. E é essa escuridão da alma, produto do pecado, que a todos nós habita, que serve de alimento aos parasitas do inferno. Assim como os parasitas físicos, eles são atraídos pelo hospedeiro que apresenta o que eles precisam para se alimentar. Isto é, quando a escuridão da alma fica evidente no mundo espiritual, mesmo que não houvesse demônios influenciando a vida de tal pessoa, eles virão, tão certo quanto formigas vêm quando um punhado de açúcar é deixado ao alcance.

A presença desses seres, alimentando-se das trevas da alma de alguém, pode modificar, para pior, o comportamento de tal pessoa, impelindo-a a praticar cada vez mais pecados, que por sua vez passam a ser cada vez mais terríveis e inimagináveis. Repito que isso não tira a culpa das pessoas e a coloca sobre os demônios, no entanto, é fato que a presença deles potencializa a maldade humana, elevando-a a patamares cada vez mais inacreditáveis. A conclusão é que todo ser humano que está sob o jugo de escravidão do pecado, acaba por ter sua alma servindo de alimento a esses seres destruidores de almas. E a presença deles, por sua vez, coloca ainda mais combustível para que as trevas aumentem, gerando-lhes mais alimento. É um ciclo terrível, mas que pode ser visto em ação em qualquer lugar, para todos os lados, sem distinção social, econômica, religiosa, racial, etc.

Mas, pastor, é possível que cristãos verdadeiros também sofram com isso?

Para responder a esta pergunta, primeiro, quero deixar claro que não estou falando de possessão demoníaca, pois é óbvio que onde o Espírito Santo habita, não pode haver espíritos malignos. Com isso entendido, minha resposta a pergunta acima é sim. O velho homem ainda opera em nós. Se não vigiarmos, orando e crescendo em Graça todos os dias, resistindo ao pecado, até a ponto de derramar o próprio sangue, como aprendemos nas Escrituras, pecaremos e consequentemente teremos nosso olhar turvado, o que acabará por atrair escuridão, que por sua vez atrai os parasitas, que não vão morar dentro de nós, por sermos cristãos, mas ficarão por perto, influenciando de todas as formas que puderem, para que negligenciemos a vida diária de santidade, nos afundando ainda mais em pecados, e principalmente para que não vivamos uma vida cristã genuína, que além de fazer com que eles tenham que sair de perto de nós, também pode ser instrumento de Deus para que eles tenham que deixar a vida de outros, que crendo no Evangelho por intermédio do nosso testemunho e pregação, passem a não mais produzir as trevas que servem-lhes de alimento.

Em suma, só a presença do Espírito Santo em uma alma nascida de novo, que procura andar como Jesus andou, orando e vigiando em todo tempo, pode manter esses terríveis parasitas existenciais longe de uma pessoa. Que não só vivamos assim (livres), mas que também sejamos instrumentos nas mãos do Senhor, para que por meio da nossa vida, Ele salve e liberte muitos que se encontram, agora, tendo suas almas escuras devoradas por seres espirituais da maldade.

Com amor, em Cristo,

Pr. Raphael Melo

P.S.: Por favor, se você gostou desse artigo, comente abaixo, compartilhe-o agora mesmo no Facebook e seja instrumento de Deus para que mais pessoas sejam tocadas por essa mensagem. Muito obrigado! 🙂

(Visited 1.146 times, 1 visits today)

Comentários do Facebook

Post anterior
Medo de Ser Livre
Próximo post
Segundo Chamado

Posts Relacionados

2 Comentários. Deixe novo

  • João Gabriel Batista
    10 de dezembro de 2020 10:09

    Queria saber sobre os parasitas como moscas, carrapatos, pulgas, pernilongos. Também são parasitas que infernizam por meio de pecados ???

    Responder
  • Poderia me explicar como uma pessoa q ora e jejua , q Deus revela através dela , ao dormir quando em seu sono profundo não pode expulsar demônio algum , é dominada e possuída por um demônio no qual não se sabe nada direito , apenas q ele vem para usá-la para fazer sexo com seu esposo , fazendo até mesmo ela quebrar o jejum q havia começado antes de dormir , sendo q outro dia ela não lembre de nada , para a medicina chamada de sexônia ou sonâmbulismo do sono , mais para a igreja qual o demônio q poderia causar isso ?

    Responder

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.