fbpx
O prazer do serviço

O prazer do serviço

“Em tudo o que fiz, mostrei-lhes que mediante trabalho árduo devemos ajudar os fracos, lembrando as palavras do próprio Senhor Jesus, que disse: ‘Há maior felicidade em dar do que em receber’ “.” Atos 20:35

Ao contrário do que muitos pensam ou pregam, a bíblia fala algumas vezes sobre dinheiro e, com certeza, nada tem a ver com prosperidade. Aliás, o “evangelho” da prosperidade pregado nesses dias baseado em riquezas ou numa vida financeira abastada é falso em si mesmo.

Toda vez ou na grande maioria das vezes, quando Jesus e/ou apóstolos tocaram no assunto dinheiro foi para alertar o quanto poderia ser nocivo para o homem e sua fé.

Você e eu somos bombardeados todos os dias, por todos os lados, com a mensagem que só existe felicidade se tivermos coisas e em busca dessa “felicidade” nos matamos horas a fio trabalhando em busca de uma vida melhor.

Pessoas trapaceando, pisando em outros, traindo até amigos em busca do desejo de possuir riquezas e assim poder desfrutar de uma vida diferenciada que só os poderosos podem ter.

A busca pelo acúmulo de dinheiro gera um ciclo vicioso onde a pessoa só pensa em fazer seu saldo crescer e nem sempre aproveita aquilo que conquista. Como acontece com qualquer seguimento, se a pessoa está disposta a fazer tudo por dinheiro, quando ela perceber todos os amigos verdadeiros se foram e os que ficam não possuem qualquer ética ou valores.

“Não acumulem para vocês tesouros na terra, onde a traça e a ferrugem destroem, e onde os ladrões arrombam e furtam. Mas acumulem para vocês tesouros no céu, onde a traça e a ferrugem não destroem, e onde os ladrões não arrombam nem furtam. Pois onde estiver o seu tesouro, aí também estará o seu coração.” Mateus 6:19-21

Neste mundo materialista e consumista, de status social atrelado ao valor da conta bancária há muito contamina os evangélicos levando-os a uma vida com o deus garçom, ou seja, o deus que está pronto para servi-los dando a eles o “melhor desta terra”.

Mesmo tendo o alerta de Cristo para não acumularem tesouros nessa terra, ainda assim o fazem porque é ali que estão os seus corações.

O aprisionamento que uma vida regalada gera no coração do homem é tão grande que fez o jovem rico de Mateus 19:16-24 optar por não seguir Jesus, pois não queria abandonar sua riqueza. Para aquele jovem a riqueza era o seu deus.

Outra feita, em Lucas 12:13-21, estava Jesus pregando quando levanta alguém da multidão pedindo para Jesus intervir numa questão entre irmãos por causa de uma herança e o Senhor alerta sobre esse tipo de ganância ao ponto de gerar briga entre irmãos. Logo em seguida Jesus conta a parábola do Rico Insensato e fala daquele homem que tinha muitas riquezas e não tendo onde colocar mais riquezas, destrói seu celeiro, constrói um maior para acumular mais ainda. A única coisa que ele não sabia é que morreria naquela noite e provavelmente toda a sua riqueza ficaria para outro.

É incrível como esse homem podia ter sido benção para tantas pessoas que precisavam, mas seu egoísmo e amor ao dinheiro o aprisionara a ACUMULAR cada vez mais.

“Os que querem ficar ricos caem em tentação, em armadilhas e em muitos desejos descontrolados e nocivos, que levam os homens a mergulharem na ruína e na destruição, pois o amor ao dinheiro é raiz de todos os males. Algumas pessoas, por cobiçarem o dinheiro, desviaram-se da fé e se atormentaram a si mesmas com muitos sofrimentos.” 1 Timóteo 6:9,10

O texto acima é talvez o maior alerta da bíblia no que tange o amor ao dinheiro. O desejo de enriquecer leva as pessoas a serem injustas, maldosas, traidoras, egoístas, assassinas, sequestradoras e muitos outros desejos descontrolados e nocivos. Como diz o texto “o amor ao dinheiro é a raiz de todos os males.”.

Talvez você me diga: ‘Eu não sou assim!”. Olha, eu fui alguém que mesmo já convertido, sem perceber, tinha atitudes que demonstravam o quanto eu amava o dinheiro. Sempre trabalhei e nunca fiz coisas parecidas com o que diz o texto de 1 Timóteo 6:9,10. Contudo, hoje reconheço que o meu amor ao dinheiro era maior que meu amor por Cristo.

Agradeço a Deus por sua paciência, misericórdia e amor em confrontar-me nessa área da minha vida, me livrando de tamanho pecado. Deus mostrou-me o quanto eu valorizava as coisas mais do que as pessoas. Deus mostrou-me que a confiança no meu futuro estava no quanto eu acumulava na poupança e não Nele. Deus mostrou-me o quanto a minha fala em ajudar pessoas era mentira nas minhas atitudes. Deus mostrou-me que eu não era capaz de dividir o que tinha, mas só ajudava às pessoas com a sobra das sobras e ainda me sentia o cara.

Talvez você, como eu um dia, nunca tenha experimentado a felicidade do DAR. Hoje entendo quando Jesus diz que ‘Há maior felicidade em dar do que em receber’.

Quando leio Lucas 19:1-9 que conta a história de Zaqueu um publicano corrupto, rico, amante do dinheiro que havia defraudado muitas pessoas com cobranças de impostos indevidas ou superfaturadas. Ele viu a grandeza do “Dar” e entendeu que aquilo tudo pelo qual ele tinha lutado para acumular não tinha valor algum para vida eterna.

Amado(a), nada trazemos para esse mundo e nada levaremos dele. Não estou dizendo que você não pode ter uma vida confortável. Aliás, é dom de Deus gozar do fruto do nosso trabalho, mas nunca deixe que o dinheiro tire a beleza do serviço a Deus e ao próximo. Quando Deus dá recursos a alguns não é para que eles sejam acumulados de forma indevida. Para que haja igualdade, a divisão é o propósito do reino de Deus.

Muitos pastores, líderes, servos de Deus corromperam-se por causa do dinheiro. Satanás conseguiu tirar de seus corações a confiança na capacidade de Deus em supri-los junto de suas famílias. Não seja como eles! Como diz nosso irmão e apóstolo Tiago: “Pensem nisto, pois: Quem sabe que deve fazer o bem e não o faz, comete pecado.” (Tiago 4:17).

Que o Deus todo poderoso livre você desse grande pecado e lhe faça entender que há mais felicidade no dar que no receber.

Paz!

Pr. Luciano Thomé

P.S.: Por favor, se você gostou desse artigo, comente abaixo e compartilhe-o agora mesmo no Facebook, e seja instrumento de Deus para que mais pessoas sejam tocadas por essa mensagem. Muito obrigado! 🙂

(Visited 575 times, 1 visits today)

Comentários do Facebook

Post anterior
Olhe para Jesus
Próximo post
A Dimensão do Pecado

Posts Relacionados

Nenhum resultado encontrado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.