fbpx
Aprovação de Deus como Alvo

Aprovação de Deus como Alvo

“Acaso busco eu agora a aprovação dos homens ou a de Deus? Ou estou tentando agradar a homens? Se eu ainda estivesse procurando agradar a homens, não seria servo de Cristo.” Gálatas 1:10

Existe um jargão cristão que afirma que o vazio do nosso coração é do tamanho exato de Deus, ou seja, Deus é suficiente para preencher todo o nosso coração, de forma a suprir a necessidade de qualquer pessoa ou coisa. Porém, muitos cristãos convertidos negligenciam isso e lacunas vazias ficam abertas no coração.

Neste artigo quero falar sobre cristãos que, conscientes ou inconscientes, necessitam da aprovação de pessoas para se sentirem bem e confiantes. Todas as suas atitudes são controladas a partir da aprovação ou desaprovação daqueles que o cercam.

Preencher vazios no coração com pessoas é perigoso demais para o cristão. A caminhada cristã em muitos momentos torna-se solitária e quando a companhia de Deus não é o suficiente pode fazê-lo parar.

Vejo cristãos gastando tempo apaziguando e agradando pessoas, vivendo pelas normas delas, se conformando aos seus padrões em busca de suas companhias. Deseja o amor e morre de medo de ser ridicularizado por elas. Anseia por seus aplausos. Submetem-se mansamente à culpa que colocam sobre eles, fica aterrorizado em contrariar a moda ao vestir-se, falar, agir e até mesmo pensar. Não percebem o quanto dependem e são escravizados por elas.

Vozes também clamam aos ouvidos: “Não crie tumulto; diga o que todo mundo está dizendo e faça o que todo mundo está fazendo. Adapte sua consciência para ficar na moda. Você não quer que as pessoas o rejeitem; nem deseja ser tratado como maluco. Acostume-se e se acomode. De um jeito ou de outro passarão por cima de você”.

Paulo foi claro em sua carta aos Gálatas quando diz que aquele que busca aprovação dos homens não pode ser servo de Cristo. Para Paulo há uma incompatibilidade radical entre o respeito humano e a fé em Cristo. De forma que a desaprovação das pessoas não é mais importante que a aprovação de Cristo. O cristão vazio de Deus fica imobilizado pelo pensamento: O que os outros dirão?

Quantas pessoas você conhece que deixou de expressar seu amor por Cristo com medo de ser ridicularizado pela opinião alheia? E dentre esses muitos cristãos? Foi isso que aconteceu com os alguns judeus que crerem em Jesus como relata o apóstolo João no texto abaixo:

“Ainda assim, muitos líderes dos judeus creram nele. Mas, por causa dos fariseus, não confessavam a sua fé, com medo de serem expulsos da sinagoga; pois preferiam a aprovação dos homens do que a aprovação de Deus.” João 12:42,43

No texto acima está claro que o medo da consequência em seguir Jesus os intimidou. Também em nossos dias, as consequências da atitude de pegar a cruz e seguir Jesus tem amedrontado muitos cristãos, mantendo-os mornos em suas superficialidades.

Os quatro evangelho descrevem os detalhes brutais das perdas que Jesus suportou em nome da integridade, o preço que pagou por causa da fidelidade a sua paixão, identidade e missão. A própria família achou que deviam prendê-lo. Foi chamado de comilão e beberrão. Os líderes religiosos falaram que Ele estava endemoniado. Populares o xingaram. Foi rejeitado com desdém por aqueles que amava, considerado um perdedor, jogado para fora da cidade e morto como um criminoso.

Para finalizar, te faço uma pergunta: Porque Jesus não foi em momento algum influenciado por pessoas e circunstâncias? Como resposta, deixo uma das mais lindas declarações de Jesus aos seus discípulos:

“Aproxima-se a hora, e já chegou, quando vocês serão espalhados cada um para a sua casa. Vocês me deixarão sozinho. Mas, eu não estou sozinho, pois meu Pai está comigo.” João 16:32

Pessoas vem e vão, mas o Pai sempre estará por perto.

Paz!

Pr. Luciano Thomé

P.S.1: Esse artigo foi baseado num fragmento do livro “O impostor que vive em mim” de Brennan Manning.

P.S.2: Por favor, se você gostou desse artigo, comente abaixo e compartilhe-o agora mesmo no Facebook, e seja instrumento de Deus para que mais pessoas sejam tocadas por essa mensagem. Muito obrigado! 🙂

(Visited 1.685 times, 1 visits today)

Comentários do Facebook

Post anterior
Crianças em Cristo
Próximo post
Amor e Graça

Posts Relacionados

Nenhum resultado encontrado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.