fbpx

O Erro Que Você Não Pode Cometer

Se você conhece a história de Jacó sabe que ele teve duas esposas, Lia e Raquel. Na disputa pelo amor e atenção do marido elas cometeram o mesmo erro, o qual você não pode cometer.
Antes disso, quero resumir um pouco da história e contextualizar o cenário onde o erro foi cometido.

Jacó apoiado por sua mãe Rebeca, combinaram enganar Isaque, seu pai, e roubar a benção que ele daria a seu filho primogênito Esaú, irmão de Jacó, antes de morrer. O plano foi bem-sucedido, mas causar um ódio muito grande de Esaú por Jacó de forma que Rebeca mandou ele fugir para o oriente e procurasse seu irmão Labão.

Jacó peregrinou por uns dias e chegou a um poço, onde conheceu e se apaixonou por Raquel que coincidentemente era sua prima, filha de seu tio Labão que sua mão mandou procurar.

Labão recebeu Jacó da melhor forma e deu-lhe um trabalho. Jacó apaixonado por Raquel, pediu a moça em casamento em troca de 7 anos de trabalho, os quais passaram rápido por causa do grande amor que sentia por ela.

Passados os sete anos, Jacó solicitou que seu tio cumprisse a promessa e desse Raquel como sua esposa. Labão fez uma tremenda festa de casamento, mas à noite, para as núpcias, mandou Lia no lugar de Raquel.

Na manhã seguinte, Jacó percebendo que foi enganado foi reclamar com seu tio sobre o ocorrido. Seu tio lhe informou que não era costume no lugar casar uma filha mais nova antes da mais velha (Raquel era mais nova) e que, portanto, ele deveria trabalhar mais 7 anos como pagamento por Raquel. Em todo caso, ele já casaria com ela após as núpcias do casamento com Leia. Afinal, todos os convidados sabiam que Jacó havia casado com Raquel na festa e como Labão explicaria isso?

Assim foi feito e, tão logo, Jacó estava com suas duas esposas. Acontece que as escrituras dizem que Jacó amava Raquel mais do que Lia. Por isso, Deus compadeceu-se dela e fez com que ela engravidasse, enquanto Raquel era estéril.

A partir daí começou a disputa que levou ao erro. Lia depositou no fato de dar filhos que seu marido a amaria mais. Quanto mais Deus lhe dava filhos, mas ela esperava por isso.

Quando Lia já estava com alguns filhos, Raquel (a que era amada) invejou Lia por não ter filhos e foi reclamar com Jacó, pedindo filhos a ele. A resposta de Jacó foi que ele não era Deus para gerar filhos em alguém e que ela devia buscar isso em Deus.

Com a história devidamente contada e você pode ler ela nos capítulos 27 a 30 do livro de Gênesis, vamos ao grande erro que elas cometeram que eu e você não podemos cometer.

O grande erro das duas foi colocar sua felicidade na atenção do marido. Depositar nossa felicidade nas costas de um ser humano é um erro crucial para não atingir a felicidade. Digo mais, é injusto esperar de pessoas pecadoras como nós algo de bom.

A felicidade de qualquer pessoa está em Deus por Cristo. Só Jesus pode nos satisfazer por completo. Depositar a felicidade num casamento, marido, família, filhos, amigos ou qualquer outra coisa é estar pronto para se decepcionar. É claro que as pessoas que amamos podem nos amar, mas são falhas e não podem ser responsáveis pela nossa felicidade.

Veja o caso de Lia… O texto em Gênesis 29:31 diz que Deus olhou para Lia e deu filhos a ela. A atenção de Deus estava sobre Lia. O criador compadeceu-se da situação dela. O que podemos querer mais do que o cuidado e atenção do Senhor? Porém, Lia estava mais preocupada em ter o amor do marido do que deleitar-se no amor de Deus.

Já Raquel, querendo filhos, foi pedir a Jacó ao invés de buscar em Deus. Achou que um simples homem poderia resolver o problema dela. Raquel foi buscar ajuda para seu problema em homens.
Não existe nada mais precioso que termos a atenção do Senhor sobre nossa vida. Seu cuidado, amor, perdão, compaixão, carinho e Graça.

Por isso que Deus disse a Paulo: “A minha Graça te basta”. Você precisa estar satisfeito e feliz apenas com Cristo. Esse é o grande segredo para um cristão bem-sucedido em sua fé.

Jesus abriu mão da sua Glória e veio a este mundo para reestabelecer a nossa comunhão com Deus perdida desde a queda de Adão. Através do seu sangue nos possibilitou um relacionamento com o Pai, onde podemos desfrutar do se amor e sermos feliz e satisfeitos nEle, pois só Ele pode suprir todas as nossas necessidades físicas, emocionais e espirituais.

A Ele seja a Glória!

Paz!

Pr. Luciano Thomé

P.S.: Por favor, se você gostou desse artigo, comente abaixo e compartilhe-o agora mesmo no Facebook, e seja instrumento de Deus para que mais pessoas sejam tocadas por essa mensagem. Muito obrigado! 🙂

Comentários do Facebook

Post anterior
Qual a Sua Religião?
Próximo post
O Zelo Pela Tua Casa Me Consumirá

Posts Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Menu