fbpx
Graça X Recompensa

Graça X Recompensa

Artigos
Nenhum comentário

“E, se é pela graça, já não é mais pelas obras; se fosse, a graça já não seria graça.” Romanos 11:6

As palavras “grátis” e “gratuidade”, derivam da palavra “graça”. Quando você vai numa loja e recebe algo do qual não precisa pagar, automaticamente, você entende que aquele produto é “de graça”.

A graça de Deus é incondicional, não existe motivo para ser dada. É simplesmente o amor de Deus derramado sobre nós. O texto de Paulo aos Efésios (2:8-9) é claro em dizer que a salvação não vem de nós e não podemos nos gloriar dela porque é dom de Deus e não temos participação alguma nela. É um favor imerecido.

Quantas pessoas deixam de vir a Cristo por se acharem indignos de receber a salvação porque suas vidas estão fora do padrão comum da moralidade social. Assim, ficam esperando melhorarem suas condutas para ficarem aptos a receber a graça de Deus.

Lembro de evangelizar uma pessoa que me disse que quando parasse de fumar iria na igreja. É a mesma coisa que decidir chamar o médico depois que se sentir melhor da doença. Não faz sentido! Não é por merecimento, é GRAÇA!

É um erro muito grande relacionar a graça de Deus estivesse com as realizações do homem. Quando isso acontece a essência da graça se perde imediatamente. Olhe o texto abaixo:

“Ora, o salário do homem que trabalha não é considerado como favor, mas como dívida.” Romanos 4:4

Quando Deus te der algo por algo realizado, é recompensa e não graça. Porque, como diz o texto, o salário do trabalhador não é favor e sim dívida. Deus é justo. E desde que Ele é justo, no mínimo Ele é correto. Ele recompensa e premia o homem de acordo com suas realizações. Mas se o dar de Deus é uma recompensa ou prêmio, então não é graça. Se um homem lhe dá um mês de trabalho e você lhe dá o salário de um mês, o pagamento não pode ser considerado um presente; é uma recompensa. Ele fez algo para você; é a realização dele. E se é uma realização o pagamento não é graça, mas recompensa.

Portanto, quando você orar a Deus e listar suas “obras de justiça” não peça graça, pois seu pedido será incoerente. Assuma sua incapacidade diante de Deus e receba graça por sua bondade. Contudo, tendo a graça de Deus sobre nós, somos capazes de realizar coisas em Deus e para Deus. Dessa forma, Ele é galardoador daqueles que O buscam e fazem sua vontade.

Paz!

Pr. Luciano Thomé

P.S.: Por favor, se você gostou desse artigo, comente abaixo e compartilhe-o agora mesmo no Facebook, e seja instrumento de Deus para que mais pessoas sejam tocadas por essa mensagem. Muito obrigado! 🙂

Comentários do Facebook

Post anterior
Ele é Invencível
Próximo post
Participação nos Sofrimentos

Posts Relacionados

No results found

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Menu