fbpx

Dirijam-se Às Ovelhas Perdidas de Israel

Artigos
3 Comentários

Jesus enviou estes doze com as seguintes instruções: “Não se dirijam aos gentios, nem entrem em cidade alguma dos samaritanos. Antes, dirijam-se às ovelhas perdidas de Israel. Mateus 10:5-6

Hoje quero falar um pouco sobre o texto acima. Jesus havia dado aos seus discípulos autoridade para expulsar demônios e curar todas as enfermidades e agora os enviava com adiante Dele às cidades com essa ordem: “Não se dirijam aos gentios, nem entrem em cidade alguma dos samaritanos. Antes, dirijam-se às ovelhas perdidas de Israel.

 Entendendo algumas coisas…

 Quem eram os gentios?

Gentios eram os outros povos, não judeus. Pessoas que nem sabiam da existência do Deus de Israel ou se sabiam, O ignoravam.

Quem eram os samaritanos?

Os samaritanos eram a parte da nação de Israel pertencente ao reino do norte que antes tinham Samaria como sua capital.

Recordando lá no livro de Reis, Salomão pecou contra Deus influenciado por suas diversas esposas e Deus lhe disse que dividiria seu Reino, mas que por amor a Davi a descendência dele permaneceria no trono.

Após a morte de Salomão, Deus cumpriu a promessa e Israel deixou de ser unificada e de ter um único Rei. A divisão aconteceu da seguinte forma: Dez tribos formaram o reino do norte (Reino de Israel) e Samaria como sua capital e duas tribos formaram o reino do sul (Reino de Judá) e Jerusalém como sua capital. Portanto quando falamos em samaritanos, entende-se povo dessas dez tribos do norte.

A questão é que segundo a história, essas tribos se desviaram do Deus de Israel e adoraram outros deuses. Conheciam o Senhor, mas não tinham mais a fidelidade a Ele no sentido de único Deus.

Quem eram as ovelhas perdidas de Israel?

Por fim, esses eram os judeus. São chamados de Judeus, por serem do reino de Judá (reino do sul).

Pois bem… Os judeus haviam permanecido fiéis a lei de Deus. Só que com a vinda de Jesus, estava sendo estabelecida uma nova aliança. Ele sabia que o apego a religiosidade e os benefícios dela seria um grande empecilho para os judeus. Isso ficou claro na oposição que os fariseus e mestres da lei fizeram contra Jesus durante seu ministério. A nova aliança colocara agora todos no mesmo nível e isso para a soberba daqueles homens era um ultraje.

Escrevi tudo isso para mostrar como essa ordem de Jesus se encaixa perfeitamente em nossos dias.

Hoje temos o mesmo quadro!

Gentios – As pessoas que estão, no que chamamos de “mundo”, sem conhecimento de Deus ou apenas conhecimento de ouvir falar.

Samaritanos – Aqueles que se dizem Cristãos, mas adoram outros deuses e não tem Jesus como o único Senhor.

Ovelhas perdidas da casa de Israel – A “igreja”. Coloquei entre parênteses mesmo, pois essa que se diz “igreja” não é a Igreja de Cristo. A verdadeira Igreja existe, está pura e é fiel a Cristo. As ovelhas perdidas são os crentes egocêntrico que seguem Cristo pelo que Ele pode lhes dar. Honram Deus com os lábios, mas o coração está longe. Assim como eram os fariseus hipócritas nos tempos de Jesus.

Portanto, vejo claro que essa ordem é para nós, pois hoje estamos diante de uma “igreja” mediocre, agarrada na religiosidade, cheio de jargões de vitória e poder, mas que ao mesmo tempo é fraca e vazia.

Líderes religiosos em seus pomposos cargos de poder e glória, cheios de si e tendo pouco a ensinar sobre o Evangelho.

Jesus ainda procura verdadeiros adoradores, que não estão interessados em mais nada a não ser levar as boas novas. Discípulos que não precisam de nada, somente Jesus em seus corações.

São esses que nosso Senhor tem chamado para abandonar suas preocupações mesquinhas com essa vida, tomar sua cruz e segui-lo. Para esses não há glória nesse mundo, pelo contrário, são perseguidos, desprezados, tachados de loucos e fanáticos. Porém, são esses os habilitados a carregarem a bandeira de Cristo e, se preciso for, gastam toda a suas vidas pregando o Reino de Deus.

Jesus foi sábio em dar aquela ordem. Ele sabia que se os judeus não se achassem, de nada adiantaria pregar aos samaritanos e gentios. Felizmente o resultado foi que muitos judeus se converteram a Cristo e depois pregaram pelo mundo e por isso fomos alcançados. É certo que muitos também não creram e pereceram, mas é o que diz o texto: “Contudo, aos que o receberam, aos que creram em seu nome, deu-lhes o direito de se tornarem filhos de Deus (João 1:12)

Hoje temos o mesmo cenário!

Em nossos dias temos o mesmo cenário. De nada adianta uma “igreja” interessada em bençãos materiais e pouca vontade de seguir Cristo sair para evangelizar? Farão novos convertidos iguais a eles. Isso é péssimo!

Creio que é tempo de pregar para os que estão sentados dentro das igrejas, em pé nos altares cantando louvores ou pregando. É tempo de olharem para Cristo e se converterem dos seus caminhos maus.

Somente uma árvore boa dá frutos bons. Por isso,  só uma igreja sadia pode gerar novos convertidos sadios.

ATENÇÃO! Israel era o povo de Deus, tinha a lei e o conhecimento do altíssimo, mas precisou de salvação. Assim são os cristãos, que só levam Cristo no nome, mas estão com seus corações longe Dele.

Se o meu povo, que se chama pelo meu nome, se humilhar e orar, buscar a minha face e se afastar dos seus maus caminhos, dos céus o ouvirei, perdoarei o seu pecado e curarei a sua terra. (2 Crônicas 7:14)

Paz!

Pr. Luciano Thomé

Comentários do Facebook

Post anterior
O Amor Não Falha
Próximo post
Vivemos Mesmo na Nova Aliança?

Posts Relacionados

3 Comentários. Deixe novo

  • Sílvio de Carvalho
    17 de abril de 2015 23:10

    Graça e paz.

    Pastor Luciano Thomé

    Gostei muito de sua dissertação, estou certo que tenho muito a aprender com o senhor, a princípio, o título “Reconstruindo os Muros do Evangelho” é bem oportuno, um vez que nos dias atuais estamos atravessando um caminho onde falar a verdade é sinônimo de “fanatismo” ou, até mesmo, exagero obsessivo. Fico muito feliz em saber que ainda existam homens como o senhor, e o Pr.Paulo Junior, do qual eu assisto alguns vídeos de pregação e estudos.

    Fico-lhe muito grato.

    Shalom Adonai

    Att.:Sílvio de Carvalho

    Responder
  • Amém!!!
    Gosto muito da simplicidade que escreve seus artigos, um modo fácil de entender. Isso é muito importante, que o senhor JESUS continue lhe dando sabedoria e direção do Espírito Santo de Deus para escrever seus artigos.
    Gloria a Deus!!!!

    Responder
  • Amém, gosto muito dos seus estudos são bastante esclarecedores e verdadeiros,que CRISTO Jesus continue lhe usando em sabedoria para ajudar os seus irmãos na fé.

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Menu