Crente X Cristão

Artigos
14 Comentários

Você crê que existe um só Deus? Muito bem! Até mesmo os demônios creem — e tremem! Tiago 2:19

Então Barnabé foi a Tarso procurar Saulo e, quando o encontrou, levou-o para Antioquia. Assim, durante um ano inteiro Barnabé e Saulo se reuniram com a igreja e ensinaram a muitos. Em Antioquia, os discípulos foram pela primeira vez chamados cristãos. Atos 11:25-26

Escrevo esse texto para explicar a diferença gritante entre crente e cristão. Portanto, me acompanhe pelas linhas desse artigo e entenda essa grande diferença.

O significado da palavra crente é “aquele que acredita”. Portanto, qualquer coisa que uma pessoa acredita, faz dela um crente. Dando um passo a frente e relacionando a palavra crente com o tema religioso, podemos dizer que se uma pessoa acredita em Deus, é crente.

Pois bem, como diz o texto de Tiago 2:19, crer em Deus até os demônios creem e tremem. Ser só um crente, não faz de alguém aceitável a Deus. Sabe-se que sem fé é impossível agradar a Deus e a fé é inerente ao que crê.

A questão é que crer somente, não faz de ninguém um cristão.

A palavra cristão no original significa algo em torno de cristozinhos, miniaturas de Cristo ou alguém parecido com Cristo.

Ser cristão é um passo além de crente. Todo cristão é crente, mas nem todo crente é cristão. Cristão é aquele que parece com Cristo. Como o texto de Atos 11 diz, os discípulos de Jesus foram, pela primeira vez, chamados cristãos.

Por quê? Porque pareciam com Cristo. Pessoas que haviam estado com Jesus ou sabiam a forma de vida e atitudes Dele, identificaram as mesmas atitudes naqueles discípulos.

Ser crente é fácil! Ser cristão é mais complicado. Crente é a porta larga! Cristão é a porta estreita!

O cristão é aquele que anda como Cristo andou, nega-se como Ele se negou, ama como Ele amou, perdoa como Ele perdoou e por aí vai. Ele testemunha Cristo em tudo na sua vida. As atitudes espelham Cristo.

O que temos visto hoje são pessoas confusas em relação ao que são e muitos acham que basta ser crente e seguir sua vidinha medíocre longe de Deus só acreditando que Ele existe, fazendo orações vazias e que não expressam em nada o temor devido a Deus.

Essas pessoas esquecem que o modelo de justiça para Deus é Jesus. Acham que por simplesmente acreditarem em Deus, vão se livrar da ira vindoura. Dizem ser crentes em Deus, mas negam Cristo com em suas atitudes mundanas.

Deus vai identificar o cristão pelo modelo de Cristo. Cristo é a referência!

Quem não se assemelhar, nem de longe, com esse modelo vai ver cumprida na sua vida essa palavra profética de Jesus:

Alguém lhe perguntou: “Senhor, serão poucos os salvos?” Ele lhes disse: “Esforcem-se para entrar pela porta estreita, porque eu lhes digo que muitos tentarão entrar e não conseguirão. Quando o dono da casa se levantar e fechar a porta, vocês ficarão do lado de fora, batendo e pedindo: ‘Senhor, abre-nos a porta’. “Ele, porém, responderá: ‘Não os conheço, nem sei de onde são vocês’.” Então vocês dirão: ‘Comemos e bebemos contigo, e ensinaste em nossas ruas’. “Mas ele responderá: ‘Não os conheço, nem sei de onde são vocês. Afastem-se de mim, todos vocês, que praticam o mal!’” Ali haverá choro e ranger de dentes, quando vocês virem Abraão, Isaque e Jacó e todos os profetas no Reino de Deus, mas vocês excluídos. Lucas 13:23-28

Paz!
Pr. Luciano Thomé

Comentários do Facebook

Post anterior
Viver Para Deus
Próximo post
Será Mesmo?

Posts Relacionados

14 Comentários. Deixe novo

  • Rosangela santanna
    1 de junho de 2015 17:17

    Muito bom este esclarecimento. Existem pessoas que estão na instituição igreja, porem não tem comunhão com Cristo. Não sabem nem quem são e a quem servem, mas desejam ser servidas e atendidas em suas petições. Nem sabem também a diferença entre orar e simplesmente desejam pedir a Deus que lhes obedeçam, invertendo a ordens das coisas.

    Hoje tenho certeza de ser cristã no sentido correto, negando minha carne, obedecendo a voz do Espírito e me transformando pelo entendimento da palavra.

    Obrigado, pois seus estudos tem me ensinado muito. Sou grata a Deus por esse ministério. Que Deus possa continuar a honrar sua fé e atos em nome de Jesus, amém.

    Responder
  • Meu Deus, forte!!!

    Se eu não estiver sendo uma pessoa cristã, que o senhor Jesus em sua infinita misericórdia possa me transformar dia após dia.

    Responder
  • Marcella Balesteiro
    8 de junho de 2015 01:17

    Muito bom este estudo, que venhamos a ser cada vez mais reconhecidos como cristãos e não como apenas crentes. Muitas pessoas não reconhecem a autoridade de uma pessoa que se diz apenas “crente”. Que venhamos a viver essa palavra em nome de Jesus.
    Toda honra e glória ao Senhor Deus e ao Cordeiro Santo.
    Que Deus possa abençoar esse ministério e que ele alcance muitas almas ainda.

    Obrigado pela edificação!

    Responder
  • Rosenilda Melo Da Silva
    14 de junho de 2015 18:31

    As vezes a diferença pode passar desapercebida quando estamos tão alheios a verdadeira vida no altar e no centro da vontade de Deus. Que Ele tenha misericórdia de nossas vidas e nos faça estar alerta para sermos verdadeiros cristãos.

    Responder
  • Palavras que edificam. Jesus te abençoe ricamente.

    Responder
  • Deus e maravilhosos

    Responder
  • José Martins
    4 de junho de 2017 11:55

    Preciso aprender a ser cristão, pois crente eu já sou.

    Responder
  • Apolinario Samuel
    4 de junho de 2017 15:37

    A Paz Pastor, interessante esse estudo, pois muitos confundem crente e cristao, peço que ajuda me em oracao de modo a ser um cristao. Quero imitar o meu Mestre (Jesus )

    Responder
  • FABIANA GOMES DE BRITO
    5 de junho de 2017 08:47

    Oo que benção meu pai!! Obrigada Jesus!! Sejamos Cristãos!! Sejamos Cristãos!!

    Responder
  • Quézia Borges
    17 de junho de 2017 12:57

    Amém!! Boa reflexão, sejamos a imagem de Cristo na terra!!

    Responder
  • Valéria Rodrigues
    18 de julho de 2017 22:39

    Amém oh glória obgd por essa explicação linda

    Responder
  • Parabéns pela interpretação
    Gostei muito

    Responder
  • Alexandre dos Santos
    22 de maio de 2019 11:20

    Eu entendo o que o estudo quer dizer. Mas penso que dizer “sou cristão” nos dias de hoje não mostra quem somos. Hoje se olharmos o mundo está cheio de “cristãos”. Católico é, Adventista é, Testemunha é, espírita é, kardecista é, mormonismo é, modalismo é e assim tantas outras dizem ser. O que me “diferencia” dessas outras (não que eu seja racista ou algo semelhante), mas qual é o titulo que diz que eu não sou dessas seitas pseudo cristãs? Quando digo que sou CRENTE já mostra que sou membro de uma igreja evangélica. Eu sei que tem diferenças entre crente e cristão, mas qual titulo caberia para os dias de hoje, apesar de que todas as “religiões” estão manchadas por alguns de seus líderes ou membros. Mas quando alguém me diz sou “crente”, eu logo entendo que ele não faz parte de uma seita, e sim se trata de um membro de uma igreja evangélica como Assembléia, Deus é Amor, O Brasil para Cristo e assim por diante. O que eu quero com isso, é que titulo não é o suficiente, uma frase de uma banda evangélica que diz muita coisa é a seguinte: ” O que a gente faz, fala muito mais do que só falar”. Cristão é o titulo que deveria ser dado aos que realmente buscam andar em conformidade com as suas Palavras, mas é o que realmente vemos? Eu digo sempre sou crente, e crente em Jesus Cristo, baseado na Palavra: …Crê no Senhor Jesus At 16.31… / …aprouve a Deus salvar os crentes pela loucura da pregação.1 Co 1:21… – Crente ou Cristão, o melhor é servir á quem dizemos crer, buscar se assemelhar á Ele, buscar pisar suas pisaduras como Pedro diz, ser seus imitadores como Paulo o foi.
    Obrigado pelo espaço e pela aprendizagem aqui adquirida, graça e paz.

    Responder
    • Sim Alexandre, externamente o termo “crente” faz essa diferenciação. Contudo, Reflita comigo… Qual a diferença de um cristão católico que adora imagem (sabemos que é errado) do cristão evangélico que idolatra pastor ou seu próprio ego?

      Você acredita que Deus vai fazer essa distinção só porque eles adoram uma imagem e nós estamos na igreja certa? Sei não. Idolatria é qualquer coisa que levantamos como ídolo em nosso coração. Pode ser um filho, cônjuge, empresa, dinheiro, …

      Paz amado.

      Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Menu